Introdução

Essa página contém uma breve história do projeto Blindscript e relata como propostas de solução de pesquisas acadêmicas podem sair do papel e ajudar a melhorar o mundo, impactando muitas pessoas e criando novas comunidades. E tudo isso começa no fim de abril de abril de 2017 quando foi realizada na cidade de Vila Nova de Gaia, Portugal, a décima nona ICEIS (19th International Conference on Enterprise Information Systems). Para esta conferência os pesquisadores João Marcelo dos Santos Marques, Luiz Fernando Gopi Valente, Simone Bacellar Leal Ferreira, Claudia Cappelli e Luciana Salgado, submeteram um artigo aprovado entitulado "Audio Description on Instagram: Evaluating and Comparing Two Ways of Describing Images for Visually Impaired", em português, "Descrição de áudio no Instagram: Avaliando e comparando duas maneiras de descrever imagens para deficientes visuais". Como os autores não puderam viajar a Portugal para fazer a apresentação, o Alexandre Pinheiro, então estudando na cidade do Porto, foi solicitado para apresentar o artigo em nome dos autores. Neste artigo algumas sugestões de pesquisas futuras chamaram atenção:

"Quanto à versão para desktop (WEB) do Instagram devem ser feitas modificações para oferecer novos recursos de descrição de áudio. Neste caso, o foco seria oferecer aos usuários formas de busca e identificação de imagens que possuem descrição de áudio. Além disso, seria interessante criar uma nova forma de interação em que o usuário com deficiência visual poderia enviar um pedido ao autor de uma imagem para que ele grave uma descrição de áudio, caso não tenha sido gravada. Além de ser uma forma de aumentar a volume de imagens descritas em áudio, esse recurso ainda estabelece uma nova forma de contato entre o deficientes visuais e outros usuários no Instagram."

Do papel para a prática

Com essas sugestões de implementação em aberto, surge a oportunidade de torná-las realidade através do projeto "Coding for Social Impact" (CSI), em português, "Codificando (programando) para Impacto Social". Esse projeto, apoiado pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) em parceria com a Social Business School (IES), é uma oportunidade para inovadores sociais, em qualquer lugar do mundo, para co-criar uma solução de software mínima que atenda às necessidades concretas locais ou globais da sociedade. A co-criação ocorre através a parceira da pessoa que sugeriu a ideia e os alunos de mestrado em engenharia da computação da FEUP usando metodologia ágil de desenvolvimento (SCRUM). Além de trazer experiência para os futuros mestres, essa iniciativa é altamente aderente a busca de soluções inovadoras fomentada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que possui como base 17 objetivos de desenvolvimento sustentável. Dentre esses objetivos figura a redução das desigualdades, onde se encaixa o projeto Blindscript que promove a inclusão digital do deficiente visual.

A solução

O projeto Blindscript foi aprovado na seleção do Coding for Social Impact 2017 com uma proposta derivada das discussões sobre futuras pesquisas do artigo supracitado. Na porposta que está devidamente difundida em nosso site, incentivamos as pessoas a usar nosso aplicativo móvel para gravar audiodescrições de suas fotos do Instagram e deixar que nossa plataforma para navegadores desktop organize as imagens de forma acessível, de acordo com os padrões de acessibilidade chancelados pelo World Wide Web Consortium (W3C) e preparado para os leitores de telas usados pelos deficientes visuais. Desta forma as pessoas que decidirem usar nossa app e gravarem suas audiodescrições terão um URL do nosso sítio com seus mesmos nomes de usuário do Instagram, porém com suas fotos acompanhadas das audiodescrições que as mesmas fizeram. Estamos construíndo uma comunidade participativa com foco em inclusão.

Referências

dos Santos Marques J., Gopi Valente L., Leal Ferreira S., Cappelli C. and Salgado L. (2017). Audio Description on Instagram: Evaluating and Comparing Two Ways of Describing Images for Visually Impaired.In Proceedings of the 19th International Conference on Enterprise Information SystemsISBN 978-989-758-249-3, pages 29-40. DOI: 10.5220/0006282500290040

Última atualização desta página em: 29-10-2017

Compartilhar com: